terça-feira, 10 de novembro de 2009

A origem dos sinais + e -

O desenvolvimento do comércio influenciou muito o desenvolvimento da Matemática. Quanto mais as relações comerciais se tornavam complexas, mais os matemáticos precisavam descobrir fórmulas que permitissem e facilitassem, aos comerciantes, o cálculo de suas contas.

Desse modo, os primeiros sinais usados para representar as operações matemáticas surgiram da observação prática diária de alguns comerciantes, que colocavam:

  • Um tracinho (-) na frente do número que indicava a quantidade de mercadorias vendidas;
  • Um tracinho (+) na frente do número que indicava a quantidade de mercadorias repostas.

Essa solução encontrada pelos comerciantes, o número acompanhado de um sinal passou a ser utilizado pelos matemáticos em diversas situações, passando a simbolizar as operações de adição e subtração, além de indicar dívidas, prejuízo, crédito, lucro, etc.

Os símbolos (+) e (-) só vieram a ter uso que habitualmente usamos a partir da publicação do livro "The Whetstone of Witte", de Robert Record em 1557. No entanto, suas raízes mais profundas estão contidas em versões antigas dos livros de Hierão e Diofanto.

5 comentários:

  1. Assim ficamos conhecendo um pouco mais da matemática e um pouco mais da nossa história. Interessante saber que os sinais surgiram de invenções práticas de pessoas comuns. Obrigada Junior por nos proporcionar isso. Parabéns! Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Quase tudo que se refere a matemática e sua história, nasceu das necessidades humanas e de suas práticas sociais. Em breve trarei novas informações que reforça esta afirmação.
    Bjos Dyana

    ResponderExcluir
  3. que idio-tesse não entendi nada não tem nada que eu queira saber aki

    ResponderExcluir
  4. idio-tesse nada so para vc:-(

    ResponderExcluir