quarta-feira, 22 de abril de 2009

Adivinhando a idade de uma pessoa

Podemos adivinhar a idade de uma pessoa pedindo-lhe que realize os seguintes cálculos:
  1. Escrever um número de dois algarismos.
  2. Multiplicar o número escrito por dois.
  3. Somar cinco unidades ao produto obtido.
  4. Multiplicar esta soma por cinqüenta
  5. Somar ao produto o número 1750.
  6. Subtrair o ano do nascimento.
O resultado que se obtém é um número de quatro algarismos do tipo abcd. Onde os dois algarismos da direita ''cd'', correspondem às dezenas e unidades, expressam a idade da pessoa que realizou os cálculos. Os algarismos da esquerda ''ab'', que correspondem aos milhares a às centenas, nos indicam o número que a pessoa havia pensado.
Vamos ver um exemplo:
  1. O número pensado é 57.
  2. O produto deste número por dois é: 57 x 2 = 114
  3. Somando cinco unidades: 114 + 5 = 119
  4. Multiplicando a soma obtida por 50: 119 x 50 = 5950
  5. Somando o número 1750 (pois consideramos que estamos no ano de 2000):5950 + 1750 = 7700
  6. Subtraindo o ano de nascimento, suponhamos que a pessoa que realizou os cálculos nasceu no ano de 1947, portanto, tem 53 anos ou vai completar 53 anos.
    7700 - 1947 = 5753
O resultado final (5753) é um número de quatro algarismos. Os dois algarismos da direita (53) nos indica a idade da pessoa (ou quantos anos ela completará no corrente ano) e os dois algarismos da esquerda (57) nos indicam o número de dois algarismos que a pessoa havia pensado.

Gostou?

segunda-feira, 13 de abril de 2009

O número gugol - A origem do Google


Gugol é o número 1 seguido de 100 zeros.
Esse nome surgiu quando em certa ocasião, o matemático americano Edward Kasner perguntou ao seu sobrinho de 9 anos, Milton Sirotta, qual era o maior número que existia. A resposta do menino foi algo como guuugol. A resposta não foi muito animadora, mas na mente de Kasner isso virou uma bela brincadeira. Em homenagem ao sobrinho, ele chamou de gugol ("googol", em inglês) o número 1 seguido de 100 zeros ou, em forma de potência, o número 10 elevado a 100.
Em seguida, usou o gugol como base para denominar um número ainda maior: o gugolplex, que equivale a "10 elevado a 1 gugol". Imagine quantas folhas de papel seriam necessárias para escrever o número gugolplex por entenso...
Não é tarefa fácil encontrar em nosso mundo real algo em quantidade tão grande quanto 1 gugol. Para ter uma idéia, o número de gotas de chuva que caem na cidade de São Paulo em um século é muito menor que 1 gugol. Também o número total de grãos de areia das praias do litoral brasileiro é menor que 1 gugol, assim como é menor que 1 gugol o número de elétrons em todo o universo (que se estima ser algo em torno de 10 elevado a 79 elétrons).
Devido à sua grande magnitude, foi adaptado para batizar o mais conhecido site de busca, o Google.